Testemunho | Anjo Aparece a uma Monja Budista e Revela qual a Igreja Verdadeira no Tempo do Fim

Este é o testemunho de uma jovem Laoense chamada “Soophaphone sirivongsack (Soo). Soo nasceu prematuramente de 7 meses, de pais Vietnamitas que viviam no Laos, e tinha 40 dias de nascimento quando sua mãe morreu. Seu pai faleceu de câncer pouco depois, e uma família budista a adotou.

Durante seu crescimento, adoecia frequentemente, e mesmo tendo ido à escola por 10 anos, faltava muito às aulas. Algumas vezes foi reprovada. Querendo aprender mais de sua religião, Soo chegou a ser monja budista e morou no templo em varias ocasiões, para estudar a história budista.

Seus pais adotivos mudaram-se para a Austrália. Com frequência ela viajava do Laos à Austrália. Seus pais tinham um primo que ela considerava como pai. Ela o chamava de “padrinho”, “ segundo pai”, e mesmo de “papai”. Durante esse tempo aprendeu com ele – que era um sacerdote budista – sobre um Deus, que havia descido do céu, e tinha marcas em suas mãos, seus pés, suas costas, e sua cabeça, um Deus que perdoa os pecados e que voltará para levar seus filhos para viver com Ele no céu!

Ela aprendeu seu nome como “segundo Deus”.

Quando tinha 28 anos de idade desenvolveu um câncer no seio, que se espalhou por todo o seu corpo, fígado, rins e pele.

Na manhã que antecedeu 10 de Outubro de 2000, estava empacotando suas coisas e preparando-se para pegar o vôo das 9h da manhã para os EUA. Seu sonho de menina era conhecer esse país, e sua mãe adotiva a ajudou a conseguir U$ 2500 dólares para sua viagem de férias, que incluiria o Canadá, a Guatemala, o México, e as cidades americanas de Washington e Chicago.

Enquanto Soo se preparava para ir dormir viu algo estranho refletir-se em sua janela, a porta de seu quarto abria e fechava sozinha, o que se repetiu 3 vezes. Seu cabelo ficou em pé, seus braços tremiam. Estava com medo de que fosse um espírito mal budista que a estivesse visitando. Soo então orou ao “segundo Deus” (PRA-MA-XY-ANN) e imediatamente aquela manifestação parou. Aliviada e em paz, apagou a luz e deitou-se para dormir.

No lugar da escuridão logo apareceu uma luz em seu quarto, que se tornava cada vez mais brilhante até que ela ficou cega por vários minutos. Depois pode ver um homem alto, com longas vestes brancas, com mangas onduladas, sem asas. Sua roupa não era de tecido, mas semelhante a uma luz brilhante ao seu redor. Ela não sentiu medo, mesmo antes que Ele lhe dissesse para não temer. Estava fascinada pela sua pele e cabelos brancos, e seu formoso semblante.

Com voz muito melodiosa, falou-lhe de Jesus, o Deus do céu que a criou, a amou e morreu para perdoar-lhes os pecados e salva-la. Disse que Jesus tinha marcas em suas mãos, pés, costas e cabeças, e que Jesus tem as chaves do céu e do inferno. Este ser brilhante lhe falou em língua nativa durante 1 hora a respeito de Jesus, dizendo que ela podia confiar nEle, e a orientava mais e mais sobre Cristo.

O anjo disse a Soo que assim que chegasse aos EUA fosse á “Igreja”, e afirmou: “Está é a igreja verdadeira”. Disse-lhe que quando visitasse está igreja, ouviria o hino “Oh que amigo em Cristo temos” (HASD, 420). Além disso, devia assistir a uma Grande Conferência Bíblica, onde ouviria o hino “Rocha eterna” (HASD, 195). O anjo disse que estes hinos são cantados no céu, pelo coro celestial, onde cantam também Enoque, Moisés e Elias, e os que ressuscitaram com Jesus. Depois Ele lhe deu o nome de 5 Pastores a quem devia procurar nos EUA. Ela devia fazer contato com Mark Finley, Ron Halverson, Kenneth Cox, Dough Batchelor, e dar a John Carter uma mensagem – para que ele a ensinasse sobre o Apocalipse, o tempo de Angustia, são Mateus 24, a oração do “Pai Nosso”, e Levitico 11.

Soo encontrou-se com esses pastores, possui fotografias com eles que comprovam. Mas a dificuldade do idioma e a sua incompreensão total da mensagem do anjo sobre os eventos vindouros provavelmente a inibiu de narrar-lhes a história completa a respeito da visita do anjo.

Soo ainda não terminou de estudar todos os ensinamentos bíblicos da Igreja pois não há literatura impressa no idioma do Laos.

Existem apenas algumas versões do Novo Testamento para dialetos mais falados, mas nenhuma literatura que atinja todas as pessoas. Assim ela tem aprendido pouco a pouco a ler a Bíblia em inglês, e em algumas ocasiões usa a Bíblia Inglês/ Tailandês.

Soo pediu ao anjo que escrevesse os nomes das igrejas e dos pastores com quem falaria, já que ela nem falava e nem escrevia em inglês. O anjo disse que soletraria, mas ela mesma deveria escrever esses nomes. Soo foi guiada pelo anjo para estudar a Bíblia na versão “King James”, e três(3) livros que ela antes nunca havia ouvido falar, os quais deveria traduzir para a sua língua nativa e regressar com eles ao Laos. Estes livros são: “Caminho a Cristo”, “O Grande Conflito”, e “O Desejado de Todas as Nações”. Ela deveria ainda cuidar dos órfãos e dos mutilados, que não tem pés e mãos, resultado da guerra civil no Laos, e voltar ao seu país dizendo ás pessoas tudo o que havia aprendido, de que “Jesus está voltando, muito em breve!”.

Aquelas palavras que o anjo soletrou a ela, jamais havia escutado. Ela se pôs em contato com Roger Coon, o qual lhe forneceu informações e também o nome do instituto “White State”, em Silver Springs, Maryland.( O White State confirmou o número do telefone e a ligação, que o anjo mandou ela fazer). Ela teria que pedir-lhes 9 mil cópias dos livros mencionados, para levá-los ao Laos – 3 mil de cada um.

Foi dito a Soo que encontrasse uma escola que ensinasse a “mensagem de saúde”, e que depois fosse a Sacramento, Califórnia, para encontrar seu povo, que lhe ajudaria com as traduções ao idioma do Laos.

Enquanto o anjo falava, Soo percebeu que a dor em seu seio, da operação da qual não estava totalmente curada, havia desaparecido, assim como de seus rins e fígado. Sentiu-se fortalecida, seu câncer havia sido curado. (No entanto ela tem uma marca visível debaixo de seu seio direito e uma mancha clara na perna esquerda, onde tinha o câncer de pele. Talvez leve essas marcas como lembrança da misericórdia de Deus por ela).

Quando quis contar à sua mãe adotiva a boa noticia da cura de seu câncer, o anjo lhe disse que tinha que esperar. Também lhe assegurou que veria sua mãe verdadeira no céu. O anjo então lhe deu uma informação que foi enigmática para ela. Disse-lhe, quando ela estivesse nos EUA, que algo muito ruim ia acontecer, depois do ano 2000, mas que os anjos estariam segurando os quatro ventos para que o evangelho fosse espalhado pelo mundo inteiro. Disse-lhes também, que no ano de 2005 algo maior(o Furacão Catrina, em Nova Orleans), aconteceria nos EUA e que a lei dominical viria após isso. Soo lhe perguntou: “O que é a lei dominical?” A resposta que recebeu não foi muito clara para ela. O anjo lhe disse: “Pessoas boas estão trabalhando no governo dos EUA, mas estão trabalhando para as forças do Mal. Acompanhe as notícias”.

Em todo o percurso o anjo apareceu 3 vezes. Duas vezes nos EUA. A 2ª visita foi justamente quando o avião aterrissava na Califórnia. Ele havia dito que quando chegasse, ela ouviria um som semelhante ao assobio do vento. Ela ouviu o som, e viu o anjo através da janela do avião. Ela o cumprimentou, e a mulher que estava na poltrona ao lado perguntou quem estava falando com ela.

Nessa ocasião o anjo lhe disse que agora estava nos EUA e que Deus a guardaria. Recomendou-lhe que lembrasse de ler a Bíblia, orar o “Pai Nosso” cada noite e confiar, entregar-se a Ele cada dia e obedecer. Depois lhe disse que ele tinha que ir com Anjo Gabriel a Nova York, já que as pessoas de lá estavam precisando de Jesus, e depois que acontecesse um grande problema por lá, o evangelho se espalharia por todo o mundo. (Isto foi-lhe dito meses antes do 11 de setembro de 2001, quando as Torres Gêmeas foram derrubadas).

Soo passou algumas semanas ajudando no casamento de um amigo em Washington, DC, e descansando, conforme planejado. Seu Padrinho e seu meio-irmão foram buscá-la no aeroporto e ela compartilhou com eles as visitas do anjo e sua mensagem. Seu Padrinho ainda estava preocupado com o ano 2000, de forma que não levou a sério. Insistiu com ela para que se convertesse novamente em monja, e fosse viver num Templo Budista. Ele não queria que ela abandonasse sua religião. Ela recusou e 2 anos se passariam antes que ele voltasse a falar com ela. Ele voou para “Uchee Pines” em Maio de 2004, já que havia tido um sonho, que o mandava ir onde Soo esteve, para tratar de um câncer.

Soo foi a Wisconsin procurando a “Grande Conferência Bíblica” que o anjo havia mencionado. Sua irmã adotiva equivocadamente a levou a uma “igreja batista do sétimo dia”, mas uma senhora daquela igreja, levantou-se e veio em direção a ela, dizendo que fora instruída a levá-la à Igreja que o Anjo havia determinado. Chegando lá, ela finalmente ouviu o hino “Oh que Amigo em Cristo temos!”.

Soo seguiu procurando a Grande Conferencia Bíblica que o anjo recomendou. Viajou desde Elgin, Illinois, a Kissimmee, Flórida, e da Flórida para Phoenix, Arizona. Graças à hospitalidade de estranhos, pastores e irmãos na fé, ela pode viajar em busca da conferência, mas por onde passou ninguém havia ouvido falar nela. Então em Phoenix o anjo lhe disse que precisava ser batizada. Ela, no entanto, não tinha podido estudar as 28 doutrinas da Igreja, e o anjo lhe deu instruções: caso o Pastor estivesse hesitante em batizá-la por não saber toda a doutrina. O anjo disse: “Pergunte ao Pastor duas (2) vezes – Você ama a Jesus?"

Então Soo foi batizada em Junho de 2002. O Anjo estava presente, aplaudindo com satisfação. Que preciosas memórias ela guarda desse momento! Cada vez que pensa nisso seus olhos se enchem de lágrimas, por recordar o hino “Jesus me transformou” (HASD, 109) que o Anjo recomendou para o seu batismo. Ela sempre cantarola esse hino.

Finalmente em Phoenix, o Anjo lhe disse que a Grande Conferência Bíblica ia acontecer em San Diego. E afirmou que ela deveria se fixar em Cristo, depender exclusivamente dEle. Disse-lhe que sua obra por ela havia terminado e que deveria regressar a Jesus.

Soo participou da Grande Conferência Bíblica do Pastor Mark Finley em San Diego, 2002, e pode encontrá-lo e compartilhar um pouco de sua maravilhosa conversão. Mostrou a Mark Finley seu nome escrito no livro, tal como o Anjo lhe havia soletrado. Depois ele a levou para conhecer Ron Halverson.

No final da conferência um Pastor Laoense local contatou Judy Aitken no “Projeto Adventista do Sudoeste da Ásia”, para pedir conselho sobre como mandar Soo a uma escola onde pudesse aprender sobre “Saúde”, Judy lhe indicou a “Uchee Pines”, onde ela esteve por quase 2 anos aprendendo muitas coisas, inglês, massagens, hidroterapia, lições de vida, etc.

Soo diz que quando esteve muito ocupada estudando o inglês para seus exames, descuidou-se de seu tempo pessoal com Deus, e Ele a trouxe de novo aos seus pés, dizendo em sua mente: “Dependa de mim, dependa de mim, dependa de mim”. Então ela pediu a Jesus que a ensinasse a ter comunhão. Então Jesus passou a desperta-la sempre às 3h da manhã para estudar.

Em seu tempo ali, finalmente Soo aprendeu o inglês suficiente para compartilhar seu testemunho com aqueles a quem ela havia tratado. Ela começou a trabalhar com outros para traduzir o que lhe foi indicado. A tradução dos livros “Caminho a Cristo”, “O Grande Conflito”, e “O Desejado de Todas as Nações”, já estão concluídos e ela está fazendo um grande trabalho em seu País. E ela já entende o significado da lei dominical.

Obs: Texto acima foi extraído do canal Fala Sério Pastor. Juntamente com o seu vídeo que mostra o testemunho desta jovem, há outros 3 vídeos adicionados sobre o assunto que valem apena serem vistos. Segue abaixo os links dos quatro vídeos que tratam deste testemunho: 

Canal Pr. Robson Gondim

Canal Fala Sério Pastor (testemunho de Soo)

Canal Shekinax


Doutrinando 7





Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem